sábado, 4 de abril de 2009

Ser pobre é que está a dar... Ser Rico já era!

A fotografia foi feita em Coja (Arganil), e parece que em 1960, ou já se previa o que o nosso País está hoje a viver, ou então estamos a retroceder no tempo e voltámos aos tempos dificeis de outros tempos.
Património dos Pobres: mas pobre tem lá património...

A crise é uma RICA maneira de se ficar pobre. Mas ser pobre não é tão mau assim. Ser rico é que é mau... a gente não dorme a pensar como gastar o dinheiro, tem medo de ladrão, tem que viver em casa com gradeamento, come muito e engorda e cria colesterol e diabetes, e em Portugal os ricos estão em vias de extinção, pois estes de um dia para o outro ficam pobres e os pobres... estão ainda mais pobres.
Também para quê ser rico, não é?!...
Sendo pobre sentes-te aliviado, pois não há amigo que te peça dinheiro emprestado, aliás, dependendo do seu grau de pobreza, até pode acontecer que já nem amigos tenha, que fugiram de si a sete pés, logo que souberam que estavas na penúria para além de ser anti-stressante: enquanto os teus conhecidos vão passear no fim-de-semana, para o campo, para a praia, ou para a Lua, e têm que apanhar a barafunda do trânsito, você como é pobre fica em sua casa (bom é favor chamar casa ao local onde você vive, mas é o seu "doce" lar) e nunca vai a lado nenhum.
Mas há alguns que teimam em ser ricos e não é que conseguem, nem que deixem outros mais pobres - põem dinheiro em banco estrangeiro, que lá está bem guardado. Fugiu ao fisco nada! Esqueceu-se de declarar, porque como esta coisa de ser rico ocupa muito a cabeça, depois a gente se esquece. A empresa faliu? Qual quê, ela já estava arruinada há muito tempo, olha está desde que o dono começou a guardar o dinheiro, que era para pagar as contribuições e outras coisitas, lá fora. Então alguém tem culpa de se esquecer dessas obrigações?
O Empregado ficou desempregado e vai perder a casa e o automóvel e não tem dinheiro para alimentar a família! Então e isso é mau? Mau era se ele fosse patrão e tivesse que pagar os ordenados do pessoal e ter que ir comprar vinhos caros e charutos para as visitas, ter que dar 2 ou 3 cartões de crédito à mulher e aos filhos, ao gato e ao cão... ter que meter combustível, ao preço a que este está, no Mercedes topo da gama ou no BM da filha que anda na universidade a namorar com os colegas e nem ata nem desata daquele 1º ano que gosta tanto que já vai repetir pela 3ª vez.
As pessoas é que têm mania que ser pobre é mau. A principal causa de morte em Portugal é o AVC. Então se pobre não tem diabetes, nem colesterol, como vai morrer de AVC? Como é que é tão mau assim. Pobre lá vai morrendo é de miséria... e de vergonha! Pobre vida esta...rica maneira de se viver (sobreviver)!
Como em tudo na vida há excepções: isto é, há patrões de grande humanidade e empregados que são uns sacanas. O que está aqui em causa é o caminho que tudo isto está a levar, a pobreza muitas vezes disfarçada e a vergonha por que muitos portugueses estão a passar por terem perdido tudo, porque a vida lhes pregou uma rasteira, e que rasteira...
Dá que pensar!

Publicado no Jornal da Mealhada do dia 6 de Maio de 2009

3 comentários:

António Gallobar disse...

Olá amigo João

Sempre com artigos interessantissimos, para ler e refletir. Vou guardar estes seus conselhos.

Abraço e Bom fim de semana

Manuela disse...

...lolololol...
Muito bem visto. Só o povo brasileiro para encarar e fazer piada desta situação... :0)

LUZIMAR disse...

OLÁ GOSTEI MUITO DO SEU BLOG, E O TEXTO MUITO VERDADEIRO.

TIVE QUE DELETAR O COMENTARIO ANTERIOR POIS TINHA ERROS ORTOGRÁFICOS.

EXCELENTE....PARABÉNS.


UM ABRAÇO.