segunda-feira, 1 de agosto de 2011

INXYS? INFORLANDIA? Não obrigado!

Esta fotografia é de uma página existente no Facebook

Em 30 de Junho de 2010 adquiri à TMN através do programa e-escola um computador portátil. Como não havia na altura opção tive que adquirir um INXYS. Como o portátil foi afectado por alguns virus, foi mandado formatar o disco. E tudo começou a funcionar bem... por uns dias. De um momento para o outro o portátil deixou de funcionar e aparecia a mensagem a dizer que havia qualquer coisa danificado. Contacto a TMN e esta diz-me que devo contactar "o fabricante" que sei agora tratar-se da Inforlândia de Aveiro. Telefono para lá e dizem-se que o portátil irá ser recolhido por uma empresa de logística. Preparo tudo para enviar incluindo conforme me é solicitado o carregador (este sim estava avariado devido ao facto da minha cachorra ter roído o fio, tendo entretanto adquirido outro). O portátil segue para lá no dia 5 de Julho. Após vários contactos através do SAC daquela empresa é-me informado que o mesmo está em análise. No último contacto a semana passada dizem-me da Inforlãndia que o carregador está avariado (isso eu já sabia e só o enviei porque pediram para o juntar, tal como a bateria e que o portátil tinha os hologramas danificados e que o custo da reparação era de 100 euros para o PC e 49 euros para a fonte de alimentação. É lógico que me neguei... Qual não é a minha surpresa quando hoje recebo por via postal os orçamentos e com as seguintes anotações: O EQUIPAMENTO APRESENTA OS HOLOGRAMAS DE SEGURANÇA DANIFICADOS LOGO FICA SUJEITO A ORÇAMENTAÇÃO. O DISCO APRESENTA ERROS DE LEITURA EM VÁRIOS SECTORES O QUE NÃO PERMITE O BOM FUNCIONAMENTO DO EQUIPAMENTO. O MESMO TEM QUE SER REPARADO:

e mais abaixo:
Termos e Condições
Este orçamento pressupõe que o equipamento não se encontra abrangido pela Garantia Geral do produto. A recusa deste orçamento está sujeita a um custo no valor de 30 € (Trinta euros). Em caso de impossibilidade de entrega do equipamento e após dois meses, será deduzida uma taxa de 2€ (Dois euros) por dia, até ao limite de 6 meses, ao que o equipamento será abatido. Todos os valores indicados, incluem IVA à taxa aplicável e em vigor nesta data.

Em resposta aos documentos enviados respondi com o seguinte e-mail:

À
Inforlândia

RMA TT52908/383461


Exmos Senhores

Em primeiro lugar em referência ao v/Orçamento QUO5215 informo que nunca vos pedi qualquer orçamento sobre a fonte de alimentaçao pois a mesma só foi junta ao equipamento porque vocês o "exigem", tanto mais que já possuía uma fonte de alimentação para o efeito.

Quanto ao orçamento nº QUO5214 venho afirmar que NÃO ACEITO tal orçamento e NEGO-ME desde já a pagar qualquer importância porque se vocês pressupõem que o vosso orçamento não se encontra abrangido pela Garantia Geral do produto EU PRESSUPONHO que sim e NEGO-ME pagar qualquer importância a título de manuseamento porque eu nunca vos solicitei tal manuseamento, mas sim enviei o produto porque os vossos serviços de apoio o solicitaram. Da mesma forma tenho o direito de exigir uma importância por ter manuseado o equipamento para vos enviar.
Quero aproveitar para informar que já tive conhecimento de outros casos em que a vossa firma exige determinados valores "por manuseamento" de computadores desta marca e depois se comprova que afinal estão no âmbito da garantia. Assim desde já informo que vou solicitar ao meu advogado para que tome conta do caso.
Mais informo que não percebo porque o nome (CAFÉ MADRUGAS) consta do meu endereço, uma vez que nada tem a ver com o meu local de residência, pois esse Café apenas ficou lá com o equipamento para o entregar à transportadora, uma vez que à hora que passava eu não estaria, a procurar ganhar a vida honestamente.
Informo também que como colaborador de alguns jornais irei dar conta desta situação, jornais, blogs, facebooks, etc, porque a considero injusta e desapropriada. Se não quero a reparação, simplesmente têm a devolver o equipamento. Nunca me foi informado que pelo facto de não aceitar um orçamento teria que pagar qualquer importância, nem me foram mostradas quaisquer condições ou termos. Só depois de terem solicitado o envio do equipamento e agora, o que considero estar fora do que lei determina.
Cumprimentos
João Santos

1 comentário:

Pedro Antunes disse...

oii, gostei muito do seu blog.
Entre no meu e veja se gosta também e seja nosso seguidor, vlw.

www.hatesosweet.blogspot.com