terça-feira, 2 de outubro de 2012

O barbeiro é "chique"

Lembro-me de quando em Portugal os cabeleireiros de homens eram barbeiros...
Nessa altura faziam tudo: cortavam cabelo, cortavam a barba, aparavam as patilhas e a barba, "desenhavam a pera", e nem sequer lavavam cabeças que isso era "coisa de gente fina da cidade..."
Perguntam vocês que estão a ler este Post: a que propósito vem este "tipo" falar agora disto?
Respondo eu: é que hoje dirigi-me ao barbeiro da Venda do Pinheiro a fim de me "aparar" a barba, porque queria retomar a minha "pera" e quando lhe expliquei o que queria, o homem, já de certa idade" respondeu-me com ar de quem eu lhe tinha perguntado pelo caminho para a Lua, "já não fazemos dessas coisas"... caramba, o velho é chique!
No entanto na tabela de preços lá fala em "corte de barba" e "corte de barba à navalha"...
Ou é chique ou então está rico que já não faz destas coisas! Seria uma desconsideração para o senhor aparar a barba!
Bolas, aqui na Venda do Pinheiro já não posso aparar a barba!
E nem o cabelo naquele "Cabeleireiro"... pois esta posição é minha: nunca mais entro naquele "estabelecimento de barbearia"!

1 comentário:

Ranzinza disse...

"Este" mundo acabou, e não volta mais. Uma pena...